Biomimética: Inovação inspirada pela Natureza.

O princípio básico da Biomimética é progredir “com” a natureza e não “sobre” a natureza. Confira o que significa este termo e uma curadoria exclusiva de conteúdos para inspirar.

Foto: https://www.cognitivestudios.org/space-design


"Nesses tempos de céus de cinzas e chumbos, nós precisamos de árvores desesperadamente verdes."

Mário Quintana


Sempre que estou na cidade e olho pela janela do meu apartamento, vejo uma paisagem repleta de prédios e milhares de caixas cujas formas estão limitadas em formas retangulares. Minha imaginação me leva para um mundo utópico, vislumbrando quão incrível seria se as construções fossem inspiradas nas lindas formas, texturas e cores da fauna e da flora.


Utópico sim e possível também.


Como Homo Industrialis fomos presunçosos a ponto de pensar que a Terra é um meio a ser aperfeiçoado. A boa notícia é que agora temos a possibilidade de compreender que aprender a caminhar harmoniosamente junto com a Natureza pode não só ser mais interessante como pode vir a nos salvar de consequências, como já foi vista, catastróficas para o nosso próprio sustento na terra.


E é exatamente isso que propõe a Biomimética ( do grego bios, vida e mimsis, imitação) conceito difundido pela autora americana Janine Benyus. A Biomimise sugere uma imitação consciente da genialidade da natureza para criar inovação em produtos, processos, sistemas e formas de gestão.


A ideia central é que a natureza já corrigiu muitos problemas que a sociedade enfrenta. Animais, plantas e microrganismos são engenheiros experientes. Eles sabem o que funciona, o que é apropriado e, o mais importante, o que de fato tem durabilidade na Terra.

A principal crença da abordagem biomimética é que após 3,8 bilhões de anos de pesquisa e desenvolvimento, o que não funcionou agora é um fóssil e o que está ao nosso redor é o segredo da sobrevivência.


“A ideia é olhar para a natureza como modelo, medida e mentora dos nossos projetos. Com a biomimética, é possível procurar soluções eficazes e eficientes que sejam sustentáveis” afirma Brocco.

Nós, mulheres do rECOnectar, criamos a nossa trilha através de um processo de gestão biomimético chamado Dragon Dreaming, que tem uma natureza fractal. Isso significa que em cada um dos quatro quadrantes os processos de sonhar, planejar, realizar e celebrar podem ser encontrados. Você pode saber mais sobre essa metodologia aqui, mas o ponto é que é uma metadologia que é inspirada nos ciclos da Natureza e que torna todo o nosso engajamento e produção mais coerente com nós mesmas e tudo ao torno.


Não só na nossa metodologia mas como em toda a Trilha, nos inspiramos em engenhosidades dos elementos, comportamentos e organizações do reino animal e vegetal para estabelecer nosso objetivo final que é promover uma reconexão integral com a nossa própria Natureza.


Neste primeiro dia da Semana do Meio Ambiente, selecionamos algumas inspirações e materiais que fazem parte da nossa bibliografia e acervo da Trilha rECOnectar para inspirar você:


  1. Biomimética (A Bíblia da Biomimese) por Janine M. Benyus


A natureza oferece infinitos exemplos de como revolucionar os nossos produtos, os nossos processos e a nossa vida. Em Biomimética, Janine M. Benyus, escritora científica de renome internacional, apresenta esta nova ciência, identifica os elementos que a compõem e mostra como ela poderá transformar nossas descobertas em todos os campos da inventividade humana – informática, medicina, produção e distribuição de energia, economia e negócios, e a alimentação do planeta como um todo. Mais que um relato empolgante e inspirador, Biomimética é o primeiro exame de um campo do conhecimento no qual talvez esteja a chave da sobrevivência de toda a humanidade.


2. Revolução das plantas: um novo modelo para o futuro por Stefano Mancuso


Para Stefano Mancuso, o verdadeiro potencial para a solução dos problemas que nos afligem está nas plantas. Sua autonomia energética, ligada a uma arquitetura cooperativa, distribuída, sem centros de comando, faz delas seres vivos capazes de resistir a repetidos eventos catastróficos e de se adaptar com rapidez a enormes mudanças ambientais. Ao revelar a capacidade das plantas de aprender, memorizar e se comunicar, o cientista fundador da neurobiologia vegetal propõe um novo modelo para pensar o futuro da tecnologia, da ecologia e dos sistemas políticos. XII Prêmio Galileo de escrita literária de divulgação científica 2018



3. A vida secreta das árvores por Peter Wohlleben


Em A vida secreta das árvores, o engenheiro florestal alemão Peter Wohlleben alia seus 20 anos de experiência às últimas descobertas científicas para examinar o dia a dia desses seres fantásticos. Com um ponto de vista surpreendente e inovador, o livro se tornou um fenômeno na Alemanha, entrou para a lista de mais vendidos do The New York Times e teve seus direitos negociados para 18 países. Essa viagem fascinante pela vida das árvores e florestas é um convite a repensarmos nossa relação com a natureza.






Biomimese: Design aliado à funcionalidade


Nucleário, produto criado pela startup brasileira de mesmo nome para tornar mais eficientes os processos de restauração florestal. O produto configura a primeira iniciativa brasileira em biomimética a ganhar o prêmio Ray of Hope Prize, concedido anualmente pelo mesmo Biomimicry Institute.



Neri Oxman e Biocompostos High-tech

Neri Oxman, arquiteta israelense, professora do Massachusetts Institute of Technology (MIT) e pesquisadora do Media Lab, tem atuado com biocompostos e materiais da natureza como a pectina da casca da maçã, os corais e a seda do bicho da seda para entender a estrutura por trás desses produtos biológicos e, a partir disso, criar uma matéria-prima artificial, mas que na verdade foi gerada pela natureza. Essa matéria-prima biodegradável e não poluente é então colocada em uma impressora 3D, onde são construídas estruturas gigantes, que vão desde instalações artísticas até abrigos de grande porte.



Votu Hotel - Praia dos Algodões – Península de Maraú, Bahia.

O Votu Hotel ( “votu”, em tupi-guarani, significa “vento”) adota os conceitos da biomimética para desenvolver soluções sustentáveis inspiradas na sabedoria da natureza. O projeto foi desenvolvido pelo escritório GCP Arquitetura e Urbanismo para uma linda área localizada na Praia dos Algodões – Península de Maraú, Bahia. contou com a experiência da bióloga Alessandra Araujo, especialista na área, certificada pela Biomimicry 3.8.



Uma coletânea de inspirações em biomimética é disponibilizada pela página asknature.org, braço do Biomimicry Institute, referência que congrega informações e incentiva o crescimento da área.


Veja também:

https://www.google.com.br/amp/s/www.cartacapital.com.br/blogs/fashion-revolution/a-biomimetica-como-esperanca-de-outros-sistemas/amp/

https://www.google.com.br/amp/s/revistapegn.globo.com/amp/Startups/noticia/2017/09/empresas-devem-se-inspirar-na-natureza-para-criar-produtos.html

https://akatu.org.br/biomimetica-a-resposta-esta-na-natureza/


https://www.cartacapital.com.br/blogs/fashion-revolution/a-biomimetica-como-esperanca-de-outros-sistemas/



Nathalia Nasralla

Co-fundadora rECOnectar


Empreendedora & Diretora Criativa


Linkedin I Instagram